Foto de Ai Weiwei Sticky post

Ai Weiwei

Ai Weiwei (Pequim, 28 de agosto de 1957) é um artista, designer arquitetónico, artista plástico, pintor, comentarista e ativista social chinês, atualmente a viver em Portugal. Fonte : WikiArt Apresentação da sua maior exposição, com cerca de 85 obras, intitulada “Rapture“, e que será exibida em Lisboa, na Cordoaria Nacional, a decorrer de 4 de Junho a 28 de Novembro. “Fiquei fascinado com os materiais e técnicas tradicionais usados em Portugal” afirmou Ai … Continue a ler Ai Weiwei

O Terramoto de 1755, óleo sobre tela de c. 1756-1792, de João Glama no MNAA

Agenda Cultural – “Quake” e a questão salarial

O Terramoto de 1755, a emigração e os salários baixos Provavelmente será o Terramoto de 1755 de Lisboa, que se propagou também para o Sul do país, ilhas da Madeira e Açores e Norte de África, registando-se cerca de 90 mil mortos só em Lisboa, a maior catástrofe social, política, económica, mental e filosófica de todo os tempos e com a maior certeza, a causa … Continue a ler Agenda Cultural – “Quake” e a questão salarial

Memorial, Campo de Concentração Nazi, bernswaelz em Pixabay.com

Uma Vida de mar – 7

Continuação da publicação de excertos da epopeia marítima, do meu amigo, Comandante da Marinha Mercante, Jorge Manuel Correia Tomé. A sua atividade estendeu-se desde os anos 40 aos anos 80, do século passado. UM CHEFE DE MÁQUINAS RUSSO, QUE CONHCI EM 1955 Estando no navio COPSTAR, em 1955, conheci um russo, que era então chefe de máquinas desse navio, arvorando bandeira da Costa Rica, que … Continue a ler Uma Vida de mar – 7

Santiago do Cacém, aguarela, Guy MOLL, commons.wikimedia.org

Domingo – Manuel da Fonseca

Manuel da Fonseca (1911-1993), nascido em Santiago do Cacém, foi poeta, contista, romancista, cronista e activista político, tendo colaborado em diversas publicações. Na obra de Manuel da Fonseca, considerado um dos vultos do neorrealismo literário português, o Alentejo é um lugar de crucial importância no seu universo, como vemos pela imagem que o autor projecta, assaz singular, íntima, profusamente descritiva, da província durante o Estado … Continue a ler Domingo – Manuel da Fonseca

José Duarte apresenta Jazzé e outras músicas, colectânea de textos publicados nos anos 80, Mário Pires, flickr.com

O Jazz à sexta – Cinco Minutos de Jazz

Homenagem a José Duarte, Jazzé Duarte, grande divulgador de Jazz, e autor do programa mais antigo da rádio “Cinco Minutos de Jazz“. “1, 2, 3, 4, 5 minutos de jazz“, assim começava o programa criado em 1966, na rádio Renascença, continuando depois em outras estações. Em 2016, comemorou-se os 50 anos dos ” Cinco Minutos de Jazz”. Quem quiser ouvir ou relembrar o modo descontraído … Continue a ler O Jazz à sexta – Cinco Minutos de Jazz

Guitarra Portuguesa, de Feliciano Guimarães, flickr.com

A Guitarra Portuguesa – Mário Pacheco

A Guitarra Portuguesa, tradicionalmente ligada ao fado, tem uma sonoridade única, e os seus agudos profundos, expressam bem a dor e o grito do fado. Mas, como instrumento de concerto, a solo, foi tocado por grandes Mestres da guitarra, destacando-se por exemplo, da Escola Coimbrã, Carlos Paredes. Mário Pacheco, instrumentista e compositor, com formação em guitarra clássica, ligado por tradição familiar ao fado, exprime aqui … Continue a ler A Guitarra Portuguesa – Mário Pacheco

Gueto de Varsóvia, 2ª Guerra Mundial

200 crianças mortas. Ouvindo Pink Floyd

200 crianças 200 crianças, disseram eles. Nem que fosse uma só criança. É como espezinhar um ninho no caminho e não olhar para trás. Como as vendetas que até o cão e o gato matam. A exterminação impiedosa, a carnificina sem critério, sem humanidade alguma. “A morte saiu à rua” “A las cinco de la tarde.” Mataram, queimaram, destruíram, mas não mataram a semente de … Continue a ler 200 crianças mortas. Ouvindo Pink Floyd

Paquete Serpa Pinto, Portugal, 1915, John Oxley Library, State Library of Queensland. commons.wikimedia.org

Uma Vida de mar – 6

Continuação da publicação de excertos da epopeia marítima, do meu amigo, Comandante da Marinha Mercante, Jorge Manuel Correia Tomé. A sua atividade estendeu-se desde os anos 40 aos anos 80, do século passado. Ressalvo: As descrições, citam certos termos de uma realidade vivida durante uma determinada época, nos anos 40, não pretendendo o autor identificar-se com as instituições e a nomenclatura em vigor. DOIS ACIDENTES … Continue a ler Uma Vida de mar – 6

AMAZÓNIA, BRASIL, Photo by Neil Palmer/CIAT, CIFOR, flickr.com

Amazónia – 1

O que se passa na Amazónia é a nossa vergonha, provavelmente a maior ameaça do ser humano à natureza, a outros seres humanos, a milhões de seres vivos, fauna e flora que tem sido dizimados com uma fúria e rapidez, como em nenhuma outra parte do mundo. Uma ameaça à nossa sobrevivência, ao planeta Terra. Tenho seguido textos que denunciam e retratam impiedosamente os atentados … Continue a ler Amazónia – 1