Guerra

Trincheiras

Sinto-me como se estivesse num guerra em pleno campo de trincheiras, a correr em ziguezague, a atirar-me para dentro das trincheiras, a fugir das balas mortíferas, do covid. No centro de Dialise, a situação está dramática, com o numero de infetados a crescer exponencialmente, como também o numero de mortos. Quando há alguém infetado, todos os que iam na ambulância e os bombeiros tem que ser isolados. Nas salas onde estava um infetado ou suspeito, todos os doentes que se sentaram ao lado, sem sintomas, são obrigados a ficarem num anexo, separado dos outros e a fazer testes durante 14 dias, 3x por semana antes do tratamento. Todo o staff da Clinica está exausto, com quebra de efetivos, esforçando-se muitos deles por nos transmitir um clima de calma e confiança, o que é extraordinário. Como disse uma técnica aqui do centro:” Se não morremos de covid, vamos todos parar à psiquiatria”

A Sociedade Portuguesa de Nefrologia pede urgência na vacina e testagem maciça de doentes em hemodiálise
A Sociedade Portuguesa de Nefrologia alertou hoje para a urgência de testar maciçamente os doentes em hemodiálise e dar-lhe prioridade na vacinação covid-19, relevando que a mortalidade nestes pacientes nas últimas semanas se multiplicou por sete. Em declarações à agência Lusa, o presidente da Sociedade Portuguesa de Nefrologia, Aníbal Ferreira, revelou que os dados reportados pelas clínicas de diálise indicam que, nas últimas duas semanas, multiplicou-se por cinco o número de doentes em hemodiálise infetados e por sete o número de doentes falecidos. "Se vamos esperar mais duas semanas por discutir quando vêm as vacinas, será tarde. Ficaremos apenas com alguns jovens em diálise", sublinhou o responsável, chamando a atenção para a necessidade de testar semanalmente estes doentes, que "não podem confinar, pois dia sim, dia não têm de se deslocar para fazer tratamento de hemodiálise".    25 | 01 | 2021           Fonte Destak/Lusa 

Uma rapariga que é bombeira e transportava doentes para 3 centros de diálise, confessou-me que todos os doentes da sua lista de transporte tinham morrido de covid-19.

Quando um doente de hemodiálise testa positivo terá que ser transportado para um Hospital, onde terá aí de fazer o tratamento e se tiver necessidade de ser ventilado ao mesmo tempo, é uma situação muito complicada.

Felizmente o apelo foi ouvido e ontem, dia 28, fomos todos vacinados, sem que tenham ocorrido quaisquer efeitos secundários, pelo menos na minha sala. É de saudar e agradecer o esforço extraordinário de todas as entidades de saúde, que com défice de meios humanos, técnicos e de espaço para internamento, consigam mesmo assim, organizar e mitigar o melhor possível, as emergências que vão surgindo. Um MUITO OBRIGADO.

Publicado por

JÁ ESTOU NOS 60, SOU DO REINO DOS ALGARVES, HIPER SENSÍVEL ÀS AFRONTAS URBANÍSTICAS E SOCIAIS  E FAÇO HEMODIALISE 3 X SEMANA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s