Irisina, a hormona da memória

A hormona Irisina, só descoberta em 2012, é libertada pelos músculos durante a atividade física contínua, e estudos em roedores, comprovaram a redução do esquecimento em doenças como a de Alzheimer. Anteriores estudos, também relacionaram esta hormona com a transformação da gordura branca em gordura bege ou marron, traduzindo-se numa redução da massa adiposa e das calorias. Existem igualmente investigações a decorrer, num estudo divulgado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), na procura de terapias para o covid-19, baseadas na Irisina.

Ler em Revista Pesquisa FAPESP_Brasil e na página Diabetes.org.br

Publicação original do pesquisador Bruce Spiegelman, da Universidade Harvard, em 2012 na Revista Nature Medicine

A diabetes, obesidade, doenças ósseas e neurodegenerativas poderão beneficiar com o aumento desta hormona, logo com a pratica de exercício físico continuado.

Nestas Imagens podem ver alguns exemplos de exercícios físicos simples e divertidos … para avivar a memória, fortalecer os ossos, diminuir o stress e queimar umas gordurinhas! Vamos a isso?

Publicado por

JÁ ESTOU NOS 60, SOU DO REINO DOS ALGARVES, HIPER SENSÍVEL ÀS AFRONTAS URBANÍSTICAS E SOCIAIS  E FAÇO HEMODIALISE 3 X SEMANA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s