Últimas da Ciência em Portugal – 1

Em Homenagem a José Mariano Gago.

A valorização da ciência, logo da investigação, como indicativo de maior e melhor escolarização, esclarecimento, progresso económico, social e de independência nacional.

A produção intelectual e artística, é a salvação económica, para um país pequeno e sem grandes recursos naturais e produtivos como é o caso de Portugal.

Nas ultimas décadas o investimento em ciência vem aumentando, apesar de insuficiente ainda, produzindo muitos e bons trabalhos de investigação, aumentando também a colaboração com instituições europeias e outras.

Em 2020, Portugal investiu 1,6% do PIB em investigação científica, estando abaixo da média europeia. Objetivo é que este valor suba para 3% da riqueza nacional até 2030.

Pedro Matos Pereira, investigador em entrevista ao Dinheiro Vivo

(…) É, no entanto, com enorme preocupação que assistimos à subvalorização grave da Ciência e da Comunidade Científica no nosso País. Enquanto em 2017 o investimento em Ciência em Portugal foi de 1,33% do PIB, Israel investiu 4,5%, a Suécia 3,4% e a Áustria 3,2% (dados OCDE). No ano passado (2019) o investimento foi de apenas 1,41% do PIB. Desde a crise do subprime em 2007 que as dificuldades financeiras da Ciência em Portugal não têm sido superadas. Na última década verificou-se um desinvestimento grave que hoje culmina no subfinanciamento crónico bem visível. (…)

Movimento 8%

Carta aberta por um investimento urgente em Ciência em Portugal (2020)

Petição Pública

Últimas da Ciência em Portugal (privada e pública)

Damos a conhecer os nossos cientistas, o que investigam e os seus contributos para o avanço do conhecimento, promoção da cultura científica, progresso e bem-estar da sociedade. São centenas de ações de divulgação de ciência e tecnologia organizadas por instituições científicas, universidades, escolas, museus e centros de ciência, em todo o país.

Este ano assinalamos também os 25 anos da criação, em 1996, do  Dia Nacional da Cultura Científica , celebrado a 24 de novembro por iniciativa do então ministro da Ciência José Mariano Gago em homenagem ao divulgador de ciência Rómulo de Carvalho, que nasceu nesta data.

  • Centro dedicado ao cancro do pâncreas em Portugal
- Champalimaud Centre for the Unknown, Lisboa, Portugal: edifício principal, foto de Carlos Luis M C da Cruz
– Champalimaud Centre for the Unknown, Lisboa, Portugal: edifício principal, foto de Carlos Luis M C da Cruz

Inaugurado dia 27 de Setembro de 2021, pelas 15h, o Centro de Cancro do Pâncreas Botton-Champalimaud,

Começou a guerra contra o cancro do pâncreas

O cancro do pâncreas é uma doença rara, que representa 3% de todos os casos de cancro, e durante décadas foi uma doença negligenciada. Mas não é apenas um dos tipos mais letais de cancro, como também a sua incidência tem vindo a aumentar substancialmente nos últimos tempos. Os peritos do mundo inteiro já perceberam que é urgente encontrar novos tratamentos e métodos de diagnóstico precoce para este cancro – e também perceberam que é essencial que cientistas e médicos unam forças para ganhar a guerra contra ele. O futuro Botton-Champalimaud Pancreatic Cancer Centre, em Lisboa, irá em breve juntar-se a este esforço global. Segundo a Fundação Champalimaud, será “o primeiro no mundo simultaneamente dedicado à investigação e ao tratamento desta doença”.

Ler mais em Fundação Champalimaud
  • Liliana Tomé recebe Medalha de Honra L’Oréal Portugal para as Mulheres na Ciência

Na sua investigação, na área do Ambiente, propõe-se encontrar respostas mais eficientes para capturar os gases que emitimos, nomeadamente o dióxido de carbono (CO 2 ). A investigação de Liliana Tomé foca-se no desenvolvimento de um novo conjunto de materiais mais eficientes para captura de CO 2 , por exemplo em gases de exaustão libertados durante a produção de energia, e impedir a sua libertação para a atmosfera. Ler mais …

NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA
  • Investigadores da U.Porto distinguidos pelo Programa Gilead Génese

Dois projetos de investigação liderados por cientistas do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S), e direcionados para a melhoria do fabrico de vacinas contra a Covid-19 e para a proteção das mulheres de gravidezes não desejadas e da infeção pelo vírus VIH/SIDA, estão entre os vencedores da edição deste ano do Programa Gilead Génese, promovido pela GIlead Sciences, com o apoio do jornal Expresso. Ler mais …

Notícias Universidade do Porto
  • A cientista Salomé Pinho, do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto (i3S), foi distinguida esta quinta-feira com o Prémio Pfizer 2021, na categoria de investigação clínica.

pelo trabalho desenvolvido na área do Lúpus Eritematoso Sistémico (LES). A equipa descobriu um novo biomarcador de diagnóstico e prognóstico da doença que permitirá aos médicos intervir atempadamente, evitando assim situações mais graves, como a perda progressiva e irreversível da função do rim. Ler mais …

Notícias Universidade do Porto
  • Investigadores portugueses desenvolvem vacina comestível contra covid-19

E se um iogurte de kiwi pudesse ajudar no combate à pandemia? Ou mesmo um sumo reforçasse o seu sistema imunitário contra a covid-19? Em breve, pode vir a ser possível, graças ao trabalho dos investigadores do Laboratório de Biotecnologia Médica e Industrial (LaBMI), do Instituto Politécnico do Porto.

A equipa de cientistas portugueses está a desenvolver uma vacina comestível resultante da manipulação genética de plantas e probióticos.

Em vez de neutralizar o vírus, como uma vacina convencional, a nova vacina comestível pretende potenciar o sistema imunitário dos pacientes, através de produtos alimentares.

Ler em euronews
  • Universidade de Coimbra cria rede de pesca biodegradável para proteger oceanos

A criação de uma rede biodegradável e a avaliação das capturas realizadas por embarcações locais na costa portuguesa são dois projetos da Universidade de Coimbra (UC) que visam a sustentabilidade da pesca artesanal e a proteção dos oceanos.

A BIOREDE nasceu de uma investigação científica no âmbito da ação UC MAR (Transferência de Conhecimento ao Serviço da Economia do Mar), visando a criação de uma rede de pesca totalmente biodegradável e biocompatível, que possa substituir as atuais, feitas de nylon, fibra sintética da família dos plásticos.

Ler mais em Correio da Manhã
  • Projecto universitário português Startospolca vai ser posto em órbita pela Agência Espacial Europeia

No final do mês de Setembro, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai incluir um projecto científico nacional no lançamento de um balão para o Espaço, o Bexus 31.

Este projecto, o Startospolca, foi criado por um grupo de estudantes da Secção de Astronomia, Astrofísica e Astronáutica da Universidade de Coimbra (UC) e tem como objectivo «medir a radiação de fundo no comprimento de onda dos raios gama».

Ler mais em Revista PC GUIA
  • Maria Amélia Martins Loução vence Grande Prémio Ciência Viva 2021

A bióloga Maria Amélia Martins Loução, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, é a vencedora do Grande Prémio Ciência Viva 2021.

Os restantes prémios da Ciência Viva foram para a cooperativa de educação e proteção marinha Ocean Alive, a série da SIC “Admirável Mundo Novo” e a campanha publicitária sobre fumagem tradicional da marca Izidoro e da agência O Escritório.

A cerimónia de entrega destas distinções acontecerá a 24 de Novembro (Dia Nacional da Cultura Científica), às 16h, no Auditório José Mariano Gago no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa.

Fonte : Universidade de Lisboa
  • Ana Paula Pêgo, investigadora, vai liderar a Sociedade Europeia de Biomateriais

Entrevista ao Jornal Económico

  • Quatro investigadores da U.Porto entre os mais influentes do mundo

Os investigadores da Universidade do Porto Adrián SilvaAna Rita RibeiroLúcia Guilhermino e Manuel Simões integram a edição 2021 do índice “Highly Cited Researchers”, uma iniciativa da Clarivate Analytics– empresa norte-americana especializada em gestão de informação científica –  que reconhece, anualmente, os cientistas mais influentes a nível mundial, com base no número de citações das respetivas publicações pelos seus pares.

Ler mais em Notícias Universidade do Porto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s