O Jazz à sexta – Salvador Sobral

O novo álbum de Salvador Sobral, bpm, saiu a 28 de maio. Este projeto, que conta com 13 novas faixas (e o prelúdio de uma), é cantado em três línguas e completamente composto pelo cantor. Perfeito para amantes de jazz e uma autêntica ode à boa cultura musical.

As primeiras ideias surgiram num retiro feito no Alentejo, mas bpm foi gravado no início do ano no Le Manoir de Léon. Neste projeto, Salvador Sobral pôde explorar a sua “artéria aorta” de compositor com a ajuda de Leo Aldrey, músico venezuelano. O nome do álbum remete-nos para o elemento principal que liga a música e a vida- os batimentos por minuto. Nove músicas em português, duas em espanhol e duas em inglês compõe esta nova identidade do artista. Um pouco de pop (mas não tanto como no seu Paris, Lisboa) e um camião de jazz, cheio de influências nacionais e internacionais, das quais posso destacar Bon Iver, Capitão Fausto e, provavelmente, até Jacob Collier, fazem deste projeto algo complexo e devastadoramente interessante.

Continuar a ler em:

bpm: 100% Salvador Sobral por  Leonor Alhinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s