A Guitarra Portuguesa – Mário Pacheco

A Guitarra Portuguesa, tradicionalmente ligada ao fado, tem uma sonoridade única, e os seus agudos profundos, expressam bem a dor e o grito do fado. Mas, como instrumento de concerto, a solo, foi tocado por grandes Mestres da guitarra, destacando-se por exemplo, da Escola Coimbrã, Carlos Paredes.

Mário Pacheco, instrumentista e compositor, com formação em guitarra clássica, ligado por tradição familiar ao fado, exprime aqui a solo, a sua mestria e todo o sentimento do fado e dos grandes poetas.

Silêncio, que se vai tocar o fado.

2 pensamentos sobre “A Guitarra Portuguesa – Mário Pacheco

  1. Pessoalmente não gosto de Fado! Mas uma coisa me interessa: A construção de uma Guitarra Portuguesa!

    O fado é um estilo musical português cuja origem do nome provém do latim fatum, ou seja, “destino”. A origem histórica do fado resulta de uma fusão histórica e cultural que teve o seu foco em Lisboa. É na segunda metade do século XIX, influenciado pelo período romântico, que o fado passou a ser mais conhecido.

    Uma boa experiência é ouvir um ‘fado’ noturno, cantado por uma ‘fadista’ linda e com uma voz espetacular…!!

    Gostar

  2. Eu também não sou grande fã, mas gosto e admiro alguns fados, e especialmente aquelas vozes extraordinárias, que quer gostemos ou não, são muito expressivas e únicas. Mas ouviste o Mário Pacheco? Para além da tua mestria na arte de madeira, há a mestria do músico e compositor que também é preciso reconhecer. E ouvir solenemente! Um abraço

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s