Eugénia Mello e Castro

Eugénia Mello e Castro

Cantora e compositora portuguesa, saltitando entre o Brasil e Portugal, filha de Ernesto de Melo e Castro, poeta e crítico literário, e da escritora de literatura infantil, Maria Alberta Menéres, canta “Eu sei que vou te amar” do CD “Eugénia Melo e Castro – canta Vinícius De Moraes“, de 1994, Som Livre. Este é um trabalho musical, Sweet […]

Ler Mais

TV Anos 60 e 70 – 1

Glen Gould

Glen Gould, Leonard Bernstein e Bach, uma trilogia perfeita, em 1960 na CBS Television. Provavelmente foi emitido na RTP, em plena ditadura e censura, onde desfilavam os melhores programas de Jazz, Opera, Grandes Orquestras, Teatro, Literatura, Cinema de alta qualidade, e outros relevantes. Lembro-me perfeitamente da série de programas didáticos de Leonard Bernstein, como uma […]

Ler Mais

Fausto

Fausto Bordalo Dias

Lembra-me um sonho lindo, de Fausto Bordalo Dias
Lembra-me um sonho lindo Quase acabado Lembra-me um céu aberto Outro fechado Estala-me a veia em sangue Estrangulada Estoira num peito um grito À desfilada […]

Ler Mais

Raffaella Carrà (1943-2021)

Raffaella_Carrà, anos 60

Homenagem à grande cantora, dançarina, coreógrafa, atriz e apresentadora, ícone da POP e da TV. Foi e será sempre um Símbolo de Liberdade, quer seja sexual, filosófica ou artística. Carrà em entrevista à revista Rolling Stones Italia : “Cantei com a minha cabeça, com o meu cabelo, com a liberdade do meu corpo. Havia alguma […]

Ler Mais

Mano a Mano

Salvador Sobral e Júlio Resende

Canção “Mano a Mano”, cantada por Salvador Sobral e António Zambujo. Letra de Maria do Rosário Pedreira e música de Júlio Resende. Júlio Resende no piano, André Rosinha no contrabaixo e Bruno Pedroso na bateria Mano a Mano Vim chorar a minha pena No teu ombro e afinal A mesma dor te condena Choras tu […]

Ler Mais

José Mário Branco

José Mário Branco

Em Junho, celebra-se o solstício de Verão, as festas da fertilidade, dos Santos, António, João e Pedro, com as marchas e as folias, as fogueiras e as sardinhas. Aqui vai uma canção em tom de marcha popular, (o mesmo titulo do meu blogue), nomeando algumas freguesias e zonas de Lisboa (a negrito), no tom provocador […]

Ler Mais

Atahualpa Yupanki

A young Atahualpa Yupanqui pictured for Sintonía magazine of Argentina.

“Sua obra não tem limite geracional nem de género. É uma arte pura que nos representa, nos dignifica e nos mostra um caminho” Citação da edição de maio da revista Rolling Stone argentina, de Nebbia. Nunca mais me esqueci deste nome, Atahualpa Yupanki, não é fácil de fixar, mas como poderia olvidar, esta voz, a […]

Ler Mais

A Alquimia do Sonho

Foto de António Gedeão

Canção de Manuel Freire sobre o poema “Pedra Filosofal”, publicado no livro Movimento Perpétuo, em 1956, do pedagogo, investigador de história da ciência, professor de físico-químicas e poeta, António Gedeão (Rómulo Vasco da Gama de Carvalho 1906 – 1997) Pedra Filosofal Eles não sabem que o sonho é uma constante da vida tão concreta e definida como outra […]

Ler Mais

Poemazinho

Poema canção Primavera de Elsa Pires, minha amiga não sou poeta poesia é uma imensidão de saber viver só vou escrevinhar para soltar estes agoiros do tabaco do prazer da dor dador predador dei dei dei dei dei dói la la la la la la la não tenho amigos tenho alguns sim loucos tão loucos […]

Ler Mais

Maio

Maio maduro Maio de Zeca Afonso, Álbum LP “Cantigas do Maio” de 1971. Cantado por Emmy Curl, Catarina Miranda. Maio maduro Maio Quem te pintou Quem te quebrou o encanto Nunca te amou Raiava o Sol já no Sul E uma falua vinha Lá de Istambul Sempre depois da sesta Chamando as flores Era o […]

Ler Mais

Simone Lamsma

simonne lamsma, violino, toca Tchaikovsky, pela Concertgebouw Orchestra de Amsterdam, Mezzo

Simone Lamsma, violinista, natural da Holanda, toca o Concerto para violino em ré maior, de Pyotr Ilyich Tchaikovsky, pela Concertgebouw Orchestra de Amsterdam, dirigida pela Maestrina Elim Chan, numa gravação ao vivo em 13/09/2019, na Mezzo. O Concerto começa ao minuto 1:25 do vídeo.

Ler Mais

Uma canção uma história

Domenico Modugno, 1958

Impossível resistir à emoção romântica desta canção fabulosa de Domenico Modugno, actor, compositor, politico, produtor e cineasta. Esta canção, mais conhecida como Volare, venceu o festival da Canção em 1958, e tornou-se rapidamente num sucesso mundial, tendo ganho 2 Prémios Emmy nos EUA. Há um filme imperdível sobre a historia desta canção, no filme Mr “Volare” – La Grande Storia di Domenico Modugno, de Riccardo Milani, produção da RAI Fictio em […]

Ler Mais

Um poema, uma viagem, um exilado politico

Vinicius de Moraes e Toquinho, 1973

Aos 15 anos ofereceram-me uma viagem ao Brasil e à Argentina. Tinha familiares na Argentina e um amigo do meu pai no Brasil. A minha mãe e os pais (antes da minha existência), haviam emigrado para a Argentina, onde já se encontrava o seu avô, com uma vida confortável, mas foram obrigados a regressar anos […]

Ler Mais