composição fotográfica: sala+ lixo

Poemar – caos

Lena Pires caos turbilhão de objetos explosões e contenções sensitivas não é a minha casa é uma montanha russa em Chernobyl absorvo o tempo com equações matemáticas integrais de áreas rigorosamente pequenas onde não caibo as memórias ficam só levo o meu corpo em perpetuas fantasias o presente é impreciso distraído o sonho de libertação permanente e indelével consome-me a vida baralha-me os planos encima … Continue a ler Poemar – caos