José Mário Branco

José Mário Branco

Em Junho, celebra-se o solstício de Verão, as festas da fertilidade, dos Santos, António, João e Pedro, com as marchas e as folias, as fogueiras e as sardinhas. Aqui vai uma canção em tom de marcha popular, (o mesmo titulo do meu blogue), nomeando algumas freguesias e zonas de Lisboa (a negrito), no tom provocador […]

Ler Mais

Uma Foto Um Poema

Oliveira centenária de Alqueva, morta, com Videira Trombeta (Campsis radicans)

Manoel de Barros do “O Livro das Ignorâncias“ IX Para entrar em estado de árvore é preciso partir de um torpor animal de lagarto às 3 horas da tarde, no mês de agosto. Em 2 anos a inércia e o mato vão crescer em nossa boca. Sofreremos alguma decomposição lírica até o mato sair na […]

Ler Mais

Ilustração Fotos Jornais Anos 20, Portugal

Publicidade anos 20, Portugal

Os Loucos Anos 20 A liberdade e explosão criativa do pós-guerra (1ª guerra mundial 1914-1918) Jazz, Surrealismo, Dadaísmo, o Cinema, Chaplin, Art Déco, cabarés, charleston, Amália Rodrigues, Almada Negreiros, o automóvel, Reinaldo Ferreira – Repórter X, Raul Brandão, Vitorino Nemésio, Ferreira de Castro, António Ferro, José Régio, Salazar (1928), Gago Coutinho e Sacadura Cabral (1922), […]

Ler Mais

A Alquimia do Sonho

Foto de António Gedeão

Canção de Manuel Freire sobre o poema “Pedra Filosofal”, publicado no livro Movimento Perpétuo, em 1956, do pedagogo, investigador de história da ciência, professor de físico-químicas e poeta, António Gedeão (Rómulo Vasco da Gama de Carvalho 1906 – 1997) Pedra Filosofal Eles não sabem que o sonho é uma constante da vida tão concreta e definida como outra […]

Ler Mais

25 de Abril

Parque dos Poetas (Sophia de Mello Breyner Andresen), Oeiras

1974 Esta é a madrugada que eu esperava O dia inicial inteiro e limpo Onde emergimos da noite e do silêncio E livres habitamos a substância do tempo Sophia de Mello Breyner Andresen, Poema 25 Abril 2021

Ler Mais

Poesia de Herberto Helder

Pintura de Herberto Helder

Minha cabeça estremece, poema dito pelo próprio, com Música: Rodrigo Leão e Gabriel Gomes Herberto Hélder Luís Bernardes de Oliveira (Funchal,1930-2015), poeta português. Poemacto (II), Contraponto 1961. Faixa do disco “Os Poetas: Entre nós e as palavras” (Sony, 1997). II Minha cabeça estremece com todo o esquecimento.Eu procuro dizer como tudo é outra coisa.Falo, penso.Sonho […]

Ler Mais

Um poema de Luís Filipe Sarmento

Pode ler uma entrevista, e saber mais sobre Luís Filipe Sarmento em Palavra Comum ~ Revista galega lusófona de artes e letras Casa dos Mundos Irrepetíveis Se digo mãe, digo Itália; se digo avó, digo ilha,se digo bisavô, digo Galiza; se digo trisavó, digo Françaum tetravô na Grécia outro em Damasco;um perdido na Índia cigana […]

Ler Mais

Uma pianista um compositor

Gravura da pianista Maria João Pires

Pianista Maria João Pires toca o Concerto para piano No. 5 In F Minor, Bwv 1056 Largo de J.S. Bach, Orchestre de Paris, Maestro Riccardo Chailly .

Ler Mais

João Luís B. Guimarães

O poeta João Luís Barreto Guimarães venceu o Willow Run Poetry Book Award de 2020, com o seu livro Mediterrâneo, de 2016, uma compilação de poemas escritos entre 2012 e 2015,  tendo ganho, também com este livro, em 2017, o Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa, caracterizado pelo júri como “uma deambulação pela história […]

Ler Mais

Um Arquiteto

Apartamento V. Conde

Raulino Silva, um arquiteto premiado Aos 17 anos, depois de ter feito a admissão à Universidade de Arquitetura de Lisboa, esta encerrou por um ano, e acabei em Engenharia Civil, que detestei, acabando por desistir. Amo a Arquitetura, a Fotografia e o Design, por isso sofro quotidianamente com os atentados urbanísticos que por aqui proliferam. […]

Ler Mais

O que se passa com a construção civil em Portugal?

patologias-revestimento-fachada

Constatação 1 – já reparam com certeza, nos revestimentos dos prédios construídos ultimamente em Portugal, nas ultimas décadas: Tintas empoladas em enormes bolsas descaídas, placas de tinta levantadas por má adesão, efervescências, a visualização das linhas dos tijolos por baixo, pedras e cerâmica a cair, massa a escorrer dos intervalos, etc. A ressalvar que são […]

Ler Mais

Portugal é belo, ainda

Foz d'Égua, Piodão, Portugal

Ao procurar fotos livres de utilização, para o blog, deparei-me com fotos belíssimas de Portugal, da nossa natureza, arte e arquitetura, e não resisti a escolher algumas. Clicar nas imagens para as ampliar

Ler Mais